Segundo a criatividade e lapidações diferenciadas nas pedras utilizadas no fabrico das joias e semi joias tem se evoluído também o tipo de cravações que pode ser feito de várias maneiras.

De forma criativa, as cravações podem ter diversas formas: redonda, oval, quadrada, até mesmo irregular se for o caso da pedra ser assim fixada.

Conheça agora alguns tipos de cravações mais usadas:

 

CRAVAÇÃO COM GARRAS

Esse tipo de cravação pode ter de três a seis garras, é onde a pedra é presa a semi joia ou joia através de garras.

Nesse caso, a finalização das garras é feita de acordo com o efeito visual que se pretende dar.

 

CRAVAÇÃO INGLESA E INGLESINHA

A cravação inglesa é feita utilizando um aro de metal que exerce pressão em toda a volta da gema.

Já na inglesinha, é feito um furo na chapa onde a pedra é minuciosamente colocada e presa pelo ouro ou prata , que após é empurrado com ferramentas específicas por todo o contorno da pedra.

 

CRAVAÇÃO PAVÊ

Este tipo é muito usada nas altas joalherias, nos casos de várias pedrinhas que são colocadas com maior proximidade possível uma da outra, criando uma disposição uniforme. São ajustadas em furos e presas a placa por grãos pequenos de metal, normalmente usa-se o buril como ferramenta.

 

CRAVAÇÃO GRÃO

Tem o mesmo processo utilizado na cravação Pavê. Uma caixa é entalhada, e a pedra (gema) emoldurada com auxílio do buril.

 

CRAVAÇÃO TRILHO OU CARRÊ

Nesta cravação as pedras(gemas) são colocadas em fila entre dois “trilhos” paralelos de metal, e fixas entre o sulco feito nas laterais internas do metal e a borda superior do trilho.

 

CRAVAÇÃO BIGODINHO

Para este tipo a cravação de pedras preciosas (gemas) é feita ajustando a gema em um furo na chapa de metal de ouro ou prata. Quatro “bigodinhos” são cortados da chapa de prata ou ouro e levantados para prender a gema.

 

CRAVAÇÃO INVISÍVEL

Muito discreta e bastante usada no fabrico das joias e semi joias, a cravação invisível se dá pelas gemas que são engastadas em uma malha de metal, que passa abaixo da cintura da gema. Também estas gemas devem ser preparadas para se encaixarem, sob pressão, à malha do metal.

 

CRAVAÇÃO TENSÃO

As pedras são presas sob a tensão exercida  pela força que um metal tenso exerce sobre as gemas.

 

CRAVAÇÃO PARA LAPIDAÇÃO CABOCHON

Neste tipo de gema por ter uma base plana, necessita de um aro de metal que exerça pressão em toda a volta, que por sua vez está soldado a uma base com abertura menor do que o tamanho da gema em sua parte inferior, permitindo assim sua fixação e a passagem de luz.

 

CRAVAÇÃO DE VIROLA

O estilo com uma virola, é a mais antiga cravação usada e também universal, pois pode ser usada para qualquer tipo de pedra. Forma uma espécie de moldura na pedra  é feita usando uma ferramenta para martelar as extremidades da virola,  e assim empurrar o metal sobre os rebordos da pedra preciosa (gema).

 

CRAVAÇÃO GOTA OU “BRIOLLET”

É inserido a colocação de “conchas” com espigão(fio) de prata ou ouro, caso a gema seja lapidada com furo vertical, ou a aplicação de fios formando triângulos, argolas ou outras criações. Tanto num caso como no outro, estes espigões ou fios serão colados no furo da gema.

 

CRAVAÇÃO PARA PÉROLAS OU DE FORMA ESFÉRICA

Nestes casos é feito a montagem com fio passante, cuja terminação dependerá do tipo de criação da peça, e há a opção de colocar “conchas” com pino – este pino é colado no interior da gema.

 

Como vimos as cravações podem ser de diferentes formas, sempre prezando por manter a beleza e a segurança da pedra junto a joia.

Aprovou? Este e outros materiais sobre pedras preciosas e semi joias você encontra em nosso site: http://www.belapedra.com.br/