Ao contrário das joias puras, que são compostas inteiramente por metais nobres, as semijoias possuem camadas deles, por isso, falamos que elas são banhadas ou folheadas. E são sobre essas camadas – os banhos – que vamos falar hoje.

Banho é o processo na qual uma peça recebe um revestimento de um metal ou de verniz,  podendo ter a finalidade de alterar a cor de uma peça, trazendo mais beleza e brilho, ou evitar a oxidação. Esse banho é feito de modo que não altere nenhuma textura ou detalhe da peça.

Existem diversos tipos de banho e tempos de imersão, devido a superfície e espessura na peça. Por esse motivo, que existem diversos preços de semijoias entre uma loja e outra, pois esse valor agregado depende de quanto metal existe sobre ela.

Mas como esse procedimento é feito?

Explicaremos de uma forma bem descomplicada como é feito o procedimento para os banhos mais famosos: prata, ouro e ródio.

O banho consiste em mergulhar a semijoia em uma solução eletrolítica com a presença do metal desejado. Esse tanque, aonde acontece o banho, possui uma regulagem de voltagens que deve estar de acordo com o tipo de peça e metal que irá receber o banho. Para garantir sucesso no final desse processo é necessário ter em mente que muito tempo de imersão não significa o melhor resultado possível e que os produtos e maquinários estejam em ótimas condições.

banho

Agora que você já sabe um pouco sobre os banhos das semijoias e o que acontece com elas até que cheguem às suas mãos, não deixe de conferir o que acontece antes delas partirem para o banho, clique aqui e confira as diferenças na lapidação de pedras.